Vinícola Santa Rita

A bela Vinícola Santa Rita é um local muito agradável para passear. Seus produtos estão entre os mais consumidos no Chile e é exportado para 80 países no mundo. Além do mais, é uma empresa premiadíssima e já levou o título de “Winery of the Year”, oferecido pela revista Wine & Spirits, por 10 vezes consecutivas.

O que difere a Vinícola Santa Rita de outras vinícolas são os variados pontos a serem visitados dentro do espaço. Além de tudo o que se refere a uma vinícola propriamente dita, a Vinícola Santa Rita oferece ainda o Museu Andino, onde 1800 peças de arte precolombino estão disponíveis para os visitantes. Dispõe ainda do Restaurante Doña Paula e do Hotel Casa Real. Além de outras atrações interessantes.

Conheça também nossos artigos sobre outras vinícolas chilenas:

-> Vinícola Concha y Toro
-> Vinícola Santa Carolina
-> Vinícola Undurraga

Vinícola Santa Rita

Vinícola Santa Rita (Foto: 120.cl)

Vinícola Santa Rita: Vinho Santa Rita 120

Dentre seus vários tipos de vinhos, um dos que se destaca é o Santa Rita 120, que é muito encontrado no Brasil. O vinho é considerado um produto de entrada aos consumidores e também um verdadeiro “best buy”, principalmente o Cabernet Sauvignon.

Segundo a lenda, 120 patriotas, exaustos depois de uma longa jornada e difícil batalha na luta pela independência do Chile, chegaram às terras pertencentes a Santa Rita. Desde 1982, dentro da mesma vinícola, são produzidos os vinhos Santa Rita 120 para homenagear esses personagens considerados heróis no país.

Vinícola Santa Rita

Vinho Santa Rita (Foto: rouuplus.vn)

Como chegar na Vinícola Santa Rita

A Vinícola Santa Rita está localizada na Autopista 5 Sul no endereço Camino Padre Hurtado, 0695, em Buin. Está a cerca de 1 hora do centro de Santiago e pode ser acessada através de metrô e ônibus. E, claro, também através de táxi e tranfers vendidos por agências de turismo. Vejamos abaixo como chegar na vinícola através de transporte público.

Metrô + Metrobus:

Tomar o metrô e descer na estação Las Mercedes (linha 4). Sair do metrô e seguir em direção oeste, onde estará o ponto de ônibus na saída da estação. Pegar o Metrobus MB 81 Alto Jahuel para Buin. O transporte terá parada na entrada do vinhedo. O valor do metrobus é de $700 (junho/2017) e pode ser pago em dinheiro.

A dica oferecida pelo site da vinícola é observar, durante o Caminho Padre Hurtado, uma placa ao seu lado direito indicando “Camino El Recurso”. Nesse momento significa que faltam cerca de 10 minutos para se chegar ao local. Sugere-se que nesse momento o motorista seja avisado para que ele pare na entrada da vinícola.

O valor para esse trajeto fica em torno de $1.400 pesos. São cerca de 30 minutos desde a estação de metrô até a vinícola. E está disponível todos os dias da semana.

Metrô + Táxi:

Tomar o metrô e descer na estação Los Heroes (linha 1). Ao sair da estação encontraremos o ponto de táxi na esquina da Avenida Bernardo O`Higgins (Alameda) com Almirante Barroso. Pegar o táxi número 5010 em direção a Buin até a vinícola.

A dica oferecida pelo site da vinícola é que esse tipo de táxi é chamado de coletivo. Ele tem capacidade para 4 pessoas, além do motorista. Outra referência de localização deste paradeiro é em frente ao ponto de ônibus Centropuerto da estação de metrô Los Heroes. Este serviço se encontra disponível também para o retorno à Santiago.

O valor para esse trajeto fica em torno de $12.000 pesos (no táxi o valor é o mesmo para 1 ou para 4 pessoas). São 30 minutos desde a estação de metrô até a vinícola. E está disponível de segunda a sexta, das 07:00 às 23:00, e aos sábados, das 09:00 às 18:00.

Metrô + Ônibus:

Tomar o metrô e descer na estação Universidad de Chile (linha 1). Caminhar por duas quadras até o ponto de ônibus, da rua San Francisco até a rua Tarapaca. Pegar o ônibus Alameda-Alto Jahuel em direção a Alto Jahuel e descer na vinícola.

A dica oferecida pelo site da vinícola é observar, durante o Camino Padre Hurtado, uma placa ao seu lado direito indicando “Camino El Recurso”. Nesse momento significa que faltam cerca de 10 minutos para se chegar ao local. Sugere-se que nesse momento o motorista seja avisado para que ele pare na entrada da vinícola.

O valor para esse trajeto fica em torno de $1.000 pesos. A viagem dura 1 hora desde a estação de metrô. E está disponível todos os dias da semana. Aos domingos com intervalo de 30 minutos.

Todas as informações foram retiradas do site oficial da Vinícola Santa Rita. Por lá é possível ainda encontrar dicas de agências de turismo que fazem esse passeio e um mapa detalhado de como se chegar ao local. E sempre fiquem atentos sobre possíveis mudanças nos valores e nos horários do transporte para lá.

Vinícola Santa Rita

Vinícola Santa Rita (Foto: santarita.com)

Tours Santa Rita

Para quem decidir fazer o tour por conta própria, terá de fazer um agendamento prévio pelo site. Basta entrar na aba “Visítenos”, escolher o tour preferido e realizar a reserva. São oito tipos distintos de tours: Clássico, Clássico Privado, Premium, Ultra Premium, Bike and Wine, Pic Nic, Winemaker Experience e o Pedal Bar.

O Tour Clássico é o mais tradicional e inicia-se junto aos parreirais e, em seguida, uma visita as instalações da vinícola, terminando com a degustação e loja dos produtos. Durante a degustação o turista receberá uma taça personalizada de presente. A duração é de 70 minutos. O valor é de $12.000 pesos (para abril 2017).

Para o Tour Clássico Privado o que se difere é a menor quantidade de pessoas e a presença de um guia exclusivo. O valor aumenta um pouco e cobra-se $22.000 pelo tour (para abril 2017).

O Tour Premium, com duração de 1 hora e 45 minutos, inclui uma caminhada pelos jardins da vinícola e outras dependências da antiga fazenda. Esse tour oferece ainda uma degustação de vinhos e queijos. O valor é bem salgado: $40.000 (para abril 2017).

Pedimos, por gentileza, visitar o site do local para informações sobre os demais tours, possíveis alterações de valores e dias e horários disponíveis para visitação.

Vinícola Santa Rita

Vinícola Santa Rita (Foto: gabesview.com)

Para finalizar, a dica preciosa é não comprar vinhos nas lojas que estão dentro de vinícolas. Os preços são altos e os mesmos produtos podem ser encontrados nos supermercados de Santiago a um preço bem mais acessível.

  • CURTA AQUI NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DIÁRIAS DO SITE    

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. Taila Musardo disse:

    Fiz esse passeio no início de julho/17 na opção metrô+metrobus. O tempo da estação de metrô até a vinícola levou quase 1 hora, não os 30 minutos, mas é bom deixar o motorista avisado desde o início da viagem sua parada.
    Mais um dica, ao contrário de outras vinícolas, o valor do vinho deles lá estava mais barato que no mercado. Talvez valha a pena pesquisar antes de ir para ver o que compensa.

    • BRchile disse:

      Olá Taila. Agradecemos as informações. É sempre bom compartilhar dicas para ajudar outros turistas.

    • Alessandra disse:

      Na opção metrô+metrobus só é possivel com o cartão BIP ou podemos pagar o ônibus com dinheiro?

      • BRchile disse:

        Olá Alessandra. Nesse caso, você poderá pagar com dinheiro por não se tratar da linha convencional de ônibus da cidade.

      • Taila disse:

        Oi Alessandra, como o pessoal do BRchile disse você pode pagar com dinheiro o metrobus, custava 700 pesos (valor em junho/17). Não caia na bobeira de pegar táxi. Demora bastante para chegar mas vale super a pena. =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *