A cidade portuária de Valparaíso

Valparaíso, assim como Viña del Mar, é uma das cidades mais visitadas pelos brasileiros no Chile. Está distante 120km de Santiago e foi declarada Patrimônio Mundial pela Unesco em 2003. Possui uma população com mais de 300.00 habitantes e, somando-se toda sua região metropolitana, torna-se a segunda maior área urbana povoada do país, atrás apenas da região de Santiago.

Valpo, como é carinhosamente chamada, é uma cidade portuária e não tem a mesma beleza que Viña del Mar, apesar de estarem grudadas uma na outra e parecerem fazer parte de um só lugar. Seu aspecto, de início, pode não parecer agradável. Possui prédios antigos e casas simples construídas morro acima. O charme especial dessas casas é o fato de serem coloridas. Pelas ruas é comum encontrarmos também muros grafitados.

Valparaiso

Funicular de Valparaíso (Foto: wikipedia.org)

A cidade portuária de Valparaíso

Por ser uma cidade com muitos morros (43 no total), vários desses locais acabam sendo inacessíveis através de um meio de transporte convencional. Sendo assim, o uso de elevadores funiculares foram introduzidos ao longo dos anos para que eles pudessem completar o transporte de seus moradores. O que se transformou em um atrativo turístico para a cidade. Cerca de 30 deles foram construídos e 15 permaneceram intactos. A maioria encontra-se em operação nos dias de hoje.

O principal mirante da cidade é o Paseo 21 de Mayo e de lá é possível avistar seu porto e sua orla. Passeio indispensável para quem trabalha na área que envolve importação e exportação. O porto de Valparaíso é o principal do Chile e anualmente transfere cerca de 10 milhões de toneladas e atende cerca de 50 cruzeiros e 150.000 passageiros por temporada.

Valparaiso

Mirante Paseo 21 de Mayo (Foto: Natalia Maimoni)

Junto ao Paseo encontra-se um importante museu chileno, o Museo Naval y Marítimo. Como todo museu, encontraremos itens importantes para a história do país. O que mais nos chama a atenção é o fato de podermos tocar e fotografar a vontade uma das cápsulas Fênix, utilizada para o resgate dos 33 mineiros que ficaram soterrados por 70 dias na mina San José em 2010 em uma história que comoveu todo o mundo.

Valparaiso

Cápsula Fênix (Fotos: Carlos Fernandes)

Plaza Sotomayor

Outra atração a ser visitada é a Plaza Sotomayor. Todo o complexo que envolve o local é muito bonito, principalmente o Monumento a los Héroes de Iquique. Esse local é utilizado para alguns protestos do povo local por ser muito visitado pelos turistas. Ainda na praça encontramos o prédio do Corpo de Bombeiros de Valparaíso.

Os tróleibus, aquele ônibus elétrico que circulava muito antigamente pelas ruas das cidades e que davam um ar charmoso, ainda está em atividade em Valpo e serve também como um atrativo turístico.

Plaza Sotomayor Valparaiso

Monumento a los Héroes de Iquique (Foto: Carlos Fernandes)

Museu La Sebastiana

Mas se você é fã do famoso poeta chileno Pablo Neruda, deverá fazer uma visita a uma das suas três casas que estão pelo Chile. Hoje essa casa atende pelo nome de Museu La Sebastiana e está localizada na rua Ricardo de Ferrari, 692. Neruda desejava ter uma casa em Valpo que parecesse flutuar no ar, mas que estivesse bem presa na terra. Afinal, Valpo é uma cidade ativamente sísmica, assim como todo o país. A casa possui quatro andares e está aberta para visitação dos turistas e fãs do poeta.

Assim como nos pontos turísticos citados acima, a casa de Neruda também faz parte das várias paradas que as vans de excursão que saem de Santiago fazem em Valpo. Portanto, a dica é procurar uma boa empresa para fazer esse passeio. Além de Valparaíso, esses passeios também incluem Viña del Mar. Serão duas cidades e muitas paradas para visitas em um único dia. Caso tenha mais tempo em sua agenda, indicamos se hospedar em uma das duas cidades e fazer o turismo com mais calma.

Museu La Sebastiana Valparaiso

Museu La Sebastiana (Foto: Carlos Fernandes)

Como chegar em Valparaíso?

Para chegar em Valparaíso a partir de Santiago devemos tomar a Ruta 68. A viagem durará cerca de 1h30 de carro. Como dito acima, há vans de agências de turismo e vans não oficiais que fazem esse passeio que dura um dia completo. Se você preferir viajar de ônibus, deverá dirigir-se á estação Universidad de Santiago do metrô e seguir até a Estación Alameda, localizada dentro da própria estação de metrô. De lá saem ônibus regularmente para Valpo.

Além da Estación Alameda, a estação de metrô Pajaritos também possui um terminal de ônibus oferecendo esse serviço. Mas tenha em mente que o ônibus já chegará com passageiros. As empresas mais comuns que fazem essa viagem são a Pullman Bus, Condor Bus, Turbus e Linea Azul.

Para se deslocar de Valparaíso até Viña del Mar, temos duas opções: alguns ônibus que circulam entre as duas cidades ou o metrô de Valparaíso, que possui apenas uma linha, mas que atende perfeitamente as necessidades da população local e dos turistas. Conheça mais sobre o metrô em seu site oficial.

  • CURTA AQUI NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DIÁRIAS DO SITE

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Priscila disse:

    Olá. Eu e meu marido estamos indo para Santiago dia 20/02, ficaremos 10 dias. Estamos querendo passar o fds em Valpo e retornar para Santiago domingo a noite. Seria uma boa ideia?

    • BRchile disse:

      Olá Priscila. É uma boa ideia sim. Se for de ônibus, vá bem cedo e já garanta sua passagem de volta no momento que comprar a de ida. Como é verão, as passagens costumam se esgotar muito rápido e as empresas chilenas não colocam carros extras. Valparaíso e Viña del Mar são quase a mesma cidade. Então aproveite para conhecer Viña também. A praia é mais bonita e a cidade mais charmosa.

      • Priscila disse:

        Estamos bem ansiosos… Estamos nos programando para chegar dia 24/02 que é uma sexta bem cedo e passar em Viña, ir as praias e conhecer a cidade. Sábado conheceríamos Valpo, temos a intenção de ficarmos no San Alfonso del Mar para domingo aproveitarmos o dia na maior piscina do mundo, vocês já foram?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *