Geysers del Tatio, Vado Rio Putana e Pueblo Machuca

Geysers el tatio

O passeio aos Geysers del Tatio é um daqueles que provavelmente estará na sua lista. É um dos mais procurados pelos turistas que desejam conhecer as belezas do deserto.

Os Geysers del Tatio se encontram dentro da Cordilheira dos Andes a cerca de 100 km de San Pedro de Atacama e a 4.300 metros de altitude. O campo geotérmico de origem vulcânica chileno é considerado o 3º maior do mundo, perdendo apenas para os Geysers de Yellowstone National Park, nos Estados Unidos, e para o Valley of Geysers, na Rússia . É também o maior campo geotérmico do Hemisfério Sul e um dos mais altos do mundo. Com cerca de 80 geysers ativos, é um dos locais mais extremos do planeta Terra devido a sua altitude e localização. Cercado por 3 vulcões, o nome “El Tatio” vem do indígena e significa “forno”.

Os geysers estão em seu pico entre cerca de 05:00 e 07:00 da manhã. O choque das águas fervendo dos geysers (a cerca de 85 graus) com as temperaturas negativas formam uma nuvem de fumaça pelo campo. Além de muitos deles apresentarem uma forte ebulição e jorrar água fervendo.

Geysers el tatio

Geysers (Foto: Natalia Maimoni)

Geysers del Tatio

Isso explica porque os tours partem ainda pela madrugada desde San Pedro de Atacama. Eles normalmente nos buscam no hotel cerca de 04:30h. Acrescenta-se ainda o fato da estrada requerer um pouco mais de cautela e de haver algumas subidas bem íngremes e curvas perigosas. Percebe-se pela estrada um grande número de carros e excursões em busca dessa maravilha da natureza.

Devido ao horário do passeio e a altitude do local, as temperaturas tendem a ser muito baixas. Nosso tour foi feito em março e a temperatura no local era de -2,5 graus. E no inverno as temperaturas podem chegar a -20 graus. Então é muito importante se agasalhar bem. Luvas, gorros, cachecóis e roupas térmicas são bem vindos. Se você quer ajuda do que levar na mala para o Atacama, clique aqui e confira nosso texto especial sobre o assunto.

Geysers el tatio

Amanhecer nos Geysers (Foto: Natalia Maimoni)

Tours para os Geysers del Tatio

As agências de turismo responsáveis pelos passeios indicam que você deixe esse tour por último em sua lista, devido a altitude do local, pois seu corpo já estará um pouco mais ambientado com as grandes altitudes. Assim que você chegar aos Geysers o guia fará uma parada no estacionamento, onde teremos que comprar os tickets para entrar. Os valores são de $2.500 para estudantes, $3.500 para chilenos ou residentes com a comprovação através do RUT e $5.000 para estrangeiros (valores vigentes em março 2016). No estacionamento também há banheiros e o guias indicam que você caminhe cerca de 5 minutos por ali para se acostumar com a altitude de 4.380 metros.

Após a parada no estacionamento, descemos ao campo geotérmico. Ali caminhamos entre as cortinas de fumaça e podemos ter contato muito próximo aos geysers. Mas é muito importante se manter somente nos caminhos sinalizados. Fora dali o solo pode estar escorregadio, principalmente quando há neve. Além de molhado, claro. O solo pode estar também fraco devido aos geysers e você pode sofrer um acidente. Há histórias de pessoas que caíram nos geysers por não cumprirem o solicitado com relação a segurança. Com águas a cerca de 85 graus todo cuidado é pouco. Também não é indicado ficar muito tempo passeando pelo campo, pois a fumaça que sai dos geysers é tóxica.

Depois de vermos os geysers de perto, seguimos até as Termas del Tatio. As termas formam uma piscina de água proveniente dos geysers onde os mais corajosos podem desfrutar de um mergulho.

Geysers el tatio

Termas del Tatio (Foto: Natalia Maimoni)

Ali presenciamos o lindo nascer do sol no Vulcão El Tatio e desfrutamos do nosso café da manhã com uma das paisagens mais lindas da viagem. A partir daí as temperaturas já começam a subir. Enquanto tomávamos nosso café da manhã, podemos avistar um grupo de vicuñas (animais silvestres da região) aos pés do vulcão. Vimos também as vizcachas, que são pequenos roedores parecidos com coelhos, que também servem de alimentos para as raposas.

Geysers el tatio

Vista do Vulcão El Tatio (Foto: Natalia Maimoni)

Vado del Río Putana

Partirmos dos Geysers cerca de 10:00 e fizemos uma parada em um local magnífico chamado Vado del Río Putana. O rio serve de atrativo para muitos animais e aves da região. Podemos ver grupos de vicunãs, lhamas e aves locais vivendo tranquilamente por lá. Temos a linda vista da Cordilheira dos Andes e dos vulcões Putana, Curiquinca, Colorado, Escalante e Sairécabur. O vulcão Putana é a divisa entre o Chile e a Bolívia e é um vulcão em atividade constante, tanto que podemos observar fumaça saindo dele.

Geysers el tatio

Vulcões Putana, Curiquinca e Colorado (Foto: Natalia Maimoni)

Pueblo Machuca

Dali partimos para um povoado chamado Machuca. O povoado possui cerca de 20 casinhas e uma igrejinha pitoresca a 4.000 metros de altitude. Ali você poderá desfrutar de empanadas de queijo de cabra ou até mesmo de um espetinho de carne de lhama. O mais engraçado é que, apesar do ambiente todo rústico do povoado, todas as casas possuem um moderno sistema de aquecimento solar.

De Machuca voltamos a San Pedro. Sempre fazendo algumas paradas pontuais para fotografarmos as inúmeras e maravilhosas paisagens que cercam esse caminho. Os tours normalmente chegam ao centro de San Pedro por volta da 13:00h.

Geysers el tatio

Igreja Machuca (Foto: Natalia Maimoni)

Dicas Importantes

– Não subestime o frio nos Geysers. No inverno principalmente.

– No inverno há possibilidade de nevar no Atacama e pode acontecer da estrada que liga San Pedro aos Geysers se fechar e você não conseguir realizar seu tour.

– Apesar do frio, coloque roupas mais leves por baixo. Depois que o sol nasce a temperatura sobe.

– Se você não tiver roupas térmicas, vista-se em várias camadas.

– Protetor solar também será necessário.

– Cuidado nos geysers e sempre caminhe dentro dos “senderos” demarcados.

– Siga sempre as orientações do guia.

  • CURTA AQUI NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DIÁRIAS DO SITE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *